Quais informações o WhatsApp utiliza sobre você?

Durante o período que antecedeu a data de início dos novos termos de Serviço do WhatsApp, o mensageiro precisou vir a público, diversas vezes, para esclarecer a respeito de suas ações de compartilhamento de informações com o Facebook. Vamos recordar quais dados dos usuários o app já utiliza?

Alguns dados, como a maioria dos que veremos a seguir, já são compartilhados pela companhia desde 2016, quando se iniciou a integração de informações entre WhatsApp e Facebook. Dados sobre atualizações no status, por exemplo, é uma funcionalidade mais nova na plataforma.

Em fevereiro desde ano, publicamos uma matéria aqui no blog, sobre os rótulos de privacidade da Apple para WhatsApp, uma estratégia utilizada pela Apple, na Apple Store, para informar os usuários do mensageiro a respeito das informações coletadas pelo app.

Segundo o próprio WhatsApp, os dados coletados são usados para aprimorar a experiência do usuário e proporcionar um serviço de comunicação confiável. Vamos direto a alguns deles?

Número de telefone

É o que permite o usuário usar o app. Também é utilizado a partir do servidor para saber se um número de telefone está vinculado ao WhatsApp, usando o serviço API do mensageiro.

Localização

Através do endereço IP e do código do país do identificador do número de telefone do usuário, o WhatsApp tem acesso à localização aproximada que pode ser utilizada para bloquear o acesso não autorizado à conta do usuário, quando ele estiver muito longe do local aproximado.

Contatos

O WhatsApp pode ter acesso aos números de telefone da agenda de endereços do usuário, se ele permitir. Caso o usuário não autorize, o mensageiro não pode exibir os nomes dos contatos, nas conversas, apenas o número.

As informações de contato são importantes também para o funcionamento de outros recursos, como enviar ou receber atualizações de status, enviar mensagens por meio de listas de transmissão e criar novos grupos.

Identificadores

O ID do usuário é um dos identificadores. Ele permite a identificação do usuário em todos os produtos da empresa do Facebook associados ao mesmo dispositivo ou conta do WhatsApp, influenciando as experiências nas lojas da plataforma. Pode ser utilizado também para banir um usuário, caso ele viole as leis ou os Termos de Serviço.

Outro identificador consiste na ID do dispositivo, que identifica exclusivamente o dispositivo do usuário. É utilizado para proibir determinado dispositivo de usar o WhatsApp de novos números de telefone, caso o usuário faça, por exemplo, spam e grupos ilegais, por meio dele.

Uso de dados

A coleta de informações do uso de dados visa impedir a propagação de mensagens automatizadas e em massa, no app. Através desses dados, o WhatsApp pode descobrir se alguma conta está violando seus Termos de Serviço.

O uso de dados também mostra ao mensageiro quais as funções mais usadas pelo usuário, para melhorar assim a experiência dele na plataforma.

Informações de grupos

Nomes, foto do perfil e descrições do grupo são acessadas pelo app, a fim de banir automaticamente todas as contas que violam as leis, como por exemplo casos de exploração infantil. Isso é necessário, já que as mensagens enviadas em chats e em grupos privados possuem criptografia de ponta-a-ponta.

E aí? Qual sua opinião sobre o compartilhamento dessas informações com o Facebook? Conte pra gente nos comentários!⏬

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: