Ciberataques afetam sistema interno da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal

Se você acredita que o governo brasileiro está bem longe de sofrer ataques cibernéticos, está enganado. Nesta segunda-feira (20), Renato Souza, repórter do R7, revelou ações criminosas ocorridas em 10 de dezembro, nos sistemas da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Estes ataques aconteceram na mesma época dos realizados ao Ministério da Saúde, que tiraram do ar a plataforma ConecteSUS, responsável pela emissão de certificados de vacinação, por exemplo.

Ciberataques aos sistemas da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal

Antes de falarmos a respeito dos ciberataques em si, é importante destacar que, de acordo com pesquisa realizada pela Apura Cyber Intelligence, o Brasil é o sétimo colocado no ranking de países que sofreram mais ataques ransomware durante o primeiro semestre de 2021.

O aumento no número de ataques deste tipo estaria relacionado, segundo a companhia, a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que ao estabelecer multas com valores consideráveis às empresas infratoras, chamaria a atenção dos cibercriminosos, interessados no dinheiro.

Em uma matéria publicada recentemente, aqui no blog, sobre os cibercrimes que serão tendência na América Latina, em 2022, falamos a respeito do ransomware que tendem a ser cada vez mais direcionados em seus ataques.

E parece que é justamente isso que aconteceu, neste caso, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Na ação, dados de policiais com dívida ativa com a União foram apagados e acredita-se que informações de condutores cadastrados em bancos de dados das corporações também tenham sido excluídos.

O ciberataque afeta o Sistema Eletrônico de Informações do governo federal. Até o momento, nem a PF, nem a PRF se pronunciaram sobre o caso. A suspeita, com base nas investigações da reportagem, é de que a ação tenha sido praticada por algum servidor.

Em sua opinião, quais medidas o governo brasileiro deveria tomar para combater os cibercrimes? Sua empresa investe em proteção ao ambiente digital? Escreva pra gente, nos comentários!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: