Telegram bloqueia 64 grupos na Alemanha por antissemitismo e incitação ao ódio entre os usuários

Em matéria publicada, em dezembro de 2021, falamos a respeito das ações desenvolvidas pelo Ministério da Alemanha contra o Telegram, devido ao “discurso de ódio” presente em meio aos chats do mensageiro. Se esse seria o motivo para seu banimento, o app acaba de vir a público, apresentando uma solução e deixando claro, mais uma vez, seu posicionamento.

O que viria após o banimento do Telegram em nosso país?

Você deve se lembrar de uma das matérias que publicamos há alguns dias atrás, apresentando os planos do TSE para definitivamente banir o Telegram, no Brasil. Caso não tenha visto, confira aqui. Para as autoridades envolvidas, o problema em discussão, além do papel do app na divulgação das fake news, estaria o fato do mensageiro não possuir cede em território brasileiro.

Novas ações contra o Telegram são planejadas pelo TSE

O Telegram vem conquistando um número cada vez maior de novos adeptos ao redor do mundo, principalmente devido à sua posição firme em defesa à privacidade e à liberdade de expressão de todos os seus usuários. No entanto, assumir esta missão não tem sido tarefa fácil, já que grandes companhias – governos – não se cansam de tentar denigrir e derrubar o aplicativo.