Aplicativos de transporte de passageiros e entrega de mercadorias podem ser taxados em ruas e rodovias paulistas

Nova lei sancionada nesta terça-feira (27) pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), permite a cobrança de uma taxa adicional de aplicativos, como Uber, 99, iFood, Loggi e Rappi, por exemplo, responsáveis pelo transporte de passageiros e entregas de mercadorias na capital.