CBP: Conheça o novo modelo de cobrança do WhatsApp Business API

A companhia Meta, proprietária do WhatsApp, implementou neste mês de fevereiro, o novo modelo de cobrança, o CBP (Conversation-Based Pricing), para as contas WABA (WhatsApp Business API). Mas, como fica a questão do HSM, anteriormente utilizado?

O HSM (High Structured Message), como template de mensagens ativas pré-aprovadas pelo WhatsApp, continua a existir. O que muda é a sua função relacionada à cobrança que, a partir de agora, passa a ser desempenhada pelo CBP. Desta forma, o HSM torna-se um serviço gratuito do mensageiro.

Como funciona o CBP?

O novo modelo de cobrança, Conversation-Based Pricing, como o próprio nome sugere, é baseado na conversação, ou seja, paga-se por sessão de conversa estabelecida. Parece confuso? Vamos entender melhor!!

Com o CBP, a cobrança incide sobre dois tipos de conversas:

  • Iniciada pela empresa (Business-Initiated)

Quando a empresa começa uma conversa (conversa ativa) com o cliente, através do envio do HSM pré-aprovado pelo WhatsApp, se inicia a cobrança e uma sessão (janela) de 24 horas sem cobrança adicional.

  • Iniciada pelo usuário (User-Initiated)

Quando o cliente começa uma conversa (conversa receptiva) e a empresa responde, se inicia a cobrança e uma sessão (janela) de 24 horas sem cobrança adicional.

Exceções de cobrança no WhatsApp Business API

Existem algumas exceções estabelecidas para a cobrança que visam beneficiar as empresas que utilizam uma conta WABA, são elas:

  • 1.000 CBPs gratuitos por empresa

As primeiras 1.000 conversas (ativas ou receptivas) são gratuitas. Cada mês esse total se renova.

  • Anúncios de clique para o WhatsApp

Quando o usuário inicia a conversa, através do clique em um anúncio que o direciona ao WhatsApp, não há cobrança. As realizadas em sequência, sim!!

  • Botão de ação na página do Facebook

Quando o usuário inicia a conversa, através do clique no botão de ação localizado na página do Facebook, não há cobrança. As demais, sim!!

Para mais informações, acesse o site Meta for Developers

Que tal saber se os resultados da cobrança, através do CBP, são favoráveis ou não à sua empresa? Acompanhe nossas matérias, aqui no blog, que vamos falar sobre isso em breve!!

Um comentário sobre “CBP: Conheça o novo modelo de cobrança do WhatsApp Business API

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s