Mercado aquecido na produção de exoesqueletos robóticos: Ottobock adquire SuitX. Confira!!

Em biologia, aprendemos que o exoesqueleto é um esqueleto externo que sustenta e protege alguns animais. Mas, você sabia que este termo também pode ser utilizado no universo da tecnologia? Veja o caso da Ottobock que acaba de adquirir o fabricante de exoesqueletos robóticos SuitX.

Exoesqueletos robóticos

No mundo da tecnologia, os exoesqueletos são utilizados para denominar estruturas robóticas que auxiliam as atividades humanas, em áreas como trabalho e saúde, por exemplo.

O exoesqueleto como auxílio em funções de trabalho, funciona em conjunto com o corpo da pessoa que o utiliza, podendo aumentar, reforçar ou restaurar o desempenho humano, melhorando a produtividade e evitando distúrbios musculoesqueléticos.

Trabalhadores podem se beneficiar com o uso de exoesqueletos, na produção automotiva, manufatura, trabalho de manutenção, logística, entre outras atividades.

Empresas que atuam no desenvolvimento de exoesqueletos estão enfrentando tempos promissores, como é o caso da Ottobock que anunciou nesta terça-feira (02), um acordo para adquirir a startup SuitX.

Mercado promissor na fabricação de exoesqueletos

A fabricante alemã de dispositivos médicos Ottobock é conhecida por produzir seus próprios exoesqueletos, junto com próteses e órteses. O Paexo Ombro, é um dos produtos da companhia, projetado para apoiar o pescoço, as costas e os ombros durante a atividade de trabalho acima da cabeça.

Com o mercado aquecido da área, a companhia adquiri 100% das ações da SuitX, uma startup de exoesqueletos da região da baía de São Francisco, Califórnia.

Fundada por Homayoon Kazerooni, professor de engenharia mecânica da Universidade da Califórnia, Berkeley, a SuitX projeta exoesqueletos robóticos para atuarem na assistência ao trabalho, com estruturas para costas, ombro e pernas, e à saúde, com o Phoenix para a assistência ao caminhar e o ShieldX, para aliviar o estresse no transporte de aventais pesados de chumbo.

Testes estão sendo realizados também pela startup em uma estrutura para os joelhos, chamada Boost Knee.

Referente à aquisição da SuitX, pela Ottobock, um comunicado realizado no dia de hoje (03) no site da companhia, seu CEO, Philipp Schulte-Noelle, afirma: “Junto com SuitX, a empresa de exoesqueletos da Ottobock, a Paexo, se tornará uma fornecedora líder mundial de exoesqueletos na produção, logística, serviços e no setor de comércio”.

Ainda segundo ele, “esta transação aumenta nossa presença e rede na América do Norte e chega no momento perfeito, pois esperamos que o mercado de soluções de exoesqueleto ocupacional cresça dinamicamente nos próximos anos”.

Já Homayoon Kazerooni diz que “junto com a Ottobock, forneceremos mudanças duradouras para comunidades em todo o mundo com nossa inovação de ponta em tecnologias de exoesqueleto”. Dr Kazerooni afirma estar feliz e ansioso para levar as tecnologias da SuitX para comunidades internacionais com a Ottobock para melhor qualidade de vida.

Você já tinha ouvido falar dos exoesqueletos? O que achou dos benefícios de sua utilização para as atividades de trabalho? Escreva pra gente, nos comentários!! E não deixe de seguir o DigiBlog!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: