Devido à instabilidade no WhatsApp, Telegram recebe 70 milhões de novos usuários

Enquanto Mark Zuckerberg viu seu império ser abalado a nível mundial, devido a pane envolvendo WhatsApp, Facebook e Instagram, Pavel Durov, fundador do Telegram, tem muito o que comemorar. Afinal, o mensageiro ganhou destaque como um dos assuntos mais comentados do momento.

De acordo com informações divulgadas em sites na internet, como o Downdetector, responsável pelo monitoramento de problemas relacionados às principais plataformas e apps digitais, a pane enfrentada nesta segunda-feira é considerada a maior já registrada nos últimos tempos.

Aumento na procura pelo Telegram

Em meio às diversas reclamações, as que mais se destacam são referentes ao WhatsApp, que atualmente, possui em torno de 2 bilhões de usuários em todo o mundo, cerca de 108 milhões apenas no Brasil.

Usuários que utilizam o app como principal meio de contato, seja pessoal ou profissional, se viram em um beco sem saída, onde a única alternativa viável a ser tomada era recorrer, a nível emergencial, a um app mensageiro alternativo, o Telegram.

Em publicação realizada no dia de hoje, Pavel Durov, esclarece que a taxa de crescimento diário do app excedeu todos os parâmetros estipulados. Foram mais de 70 milhões de novos usuários vindos de outras plataformas em um único dia.

Claro que um aumento tão repentino, não poderia passar desapercebido. No entanto, mesmo com uma certa lentidão, pode-se afirmar que no fim da história, o Telegram se saiu muito bem.

Motivos por trás da pane mundial do WhatsApp, Instagram e Facebook

Desde a noite de ontem, logo após os apps voltarem a funcionar, muito havia sido dito a respeito do que estaria por trás do ocorrido. As primeiras informações apontavam para a existência do “5XX Server Erro”, uma falha própria de ocorrer quando o servidor não é capaz de executar o que foi solicitado pelo usuário.

Em um comunicado postado no blog dos engenheiros do Facebook, Santosh Janardhan, vice-presidente de infraestrutura da companhia, esclarece que a queda dos serviços foi causada por uma alteração mal estudada na configuração dos roteadores internos, responsáveis por gerenciar a comunicação entre os serviços e os servidores.

Para ele, não se trata de nenhum fato relacionado aos ataques cibercriminosos, como também se suspeitava, e que nenhum dado de usuário foi comprometido.

No entanto, apesar de tudo o que foi apresentado por Jonardhan, em nenhum momento ele entra em detalhes sobre o caso. Cita apenas que a empresa está trabalhando para entender melhor como tudo isso aconteceu.

Segundo informações concedidas em entrevista ao site BleepingComputer, Giorgio Bonfiglio, gerente técnico na Amazon Web Services (AWS), a pane teria sido causada provavelmente por um erro de configuração, como muitas outras interrupções relacionadas ao BCG (Border Gateway Protocol), responsável por avaliar os possíveis caminhos que os dados podem tomar para chegar ao servidor desejado.

Fora do ar, como parece ter sido o caso do facebook, a plataforma fica “sem direção” e não consegue mais encontrar o caminho entre o usuário e o serviço que ele deseja acessar.

Diante de uma situação como essa, não há o que usuários comuns possam fazer. Somente o próprio Facebook (provedor) é capaz de encontrar as soluções necessárias para que tudo volte à normalidade.

E aí? Qual foi sua reação em meio à pane envolvendo o WhatsApp? Você precisou recorrer a outro app? Conte pra gente, nos comentários!⏬

Um comentário em “Devido à instabilidade no WhatsApp, Telegram recebe 70 milhões de novos usuários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: